| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Terceira Idade
Desde: 30/10/2001      Publicadas: 61      Atualização: 11/12/2013

Capa |  ARTE!!!  |  Bibliografia  |  Coisas a fazer  |  Criativa Idade  |  Direitos  |  Gente  |  Geriatria e Gerontologia  |  Lar Doce Lar  |  Nutrição  |  Odontologia  |  Psicologia  |  Trabalho e Finanças  |  Utilidades


 Direitos
  11/12/2013
  0 comentário(s)


DISQUE 100 e denuncie a violência contra um idoso!
SECRETARIA OFERECE DISQUE 100 PARA DENUNCIAR VIOLÊNCIA CONTRA IDOSO EM LIGAÇÃO GRATUITA - DISQUE 100
SECRETARIA OFERECE DISQUE 100 PARA DENUNCIAR VIOLÊNCIA CONTRA IDOSO EM LIGAÇÃO GRATUITA


Quem tomar conhecimento de algum caso de violência contra o idoso tem um número para denunciar o fato em ligação gratuita. É o Disque 100, da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, que disponibiliza o número em parceira com a Secretaria Estadual de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida. "Esse canal direto para a denúncia era uma necessidade muito urgente em nosso estado. Em 2011, último registro do Instituto de Segurança Pública, foram nada menos do que 61.353 casos de violência contra idosos. Uma verdadeira calamidade pública. As denúncias precisam aumentar para que possamos mais e mais punir os responsáveis por tais absurdos", disse o secretário Marcus Vinícius Neskau.

O acordo para o uso do Disque 100 também em âmbito estadual foi feito durante reunião de Marcus Vinícius com o secretário nacional, Gabriel Rocha, em Brasília. O secretário Marcus Vinícius lembrou que, com frequência, alguns tipos de violência são tratados com naturalidade. "A financeira é um bom exemplo. Muita gente já ouviu uma história de um filho que pega o cartão bancário de um pai ou mãe idoso para administrar o recurso como quiser sem nem prestar conta. Algumas pessoas nem percebem o quanto isto é uma violência, mas é. A questão financeira está entre as maiores violências praticadas contra as pessoas da terceira idade", afirmou Marcus Vinícius.

O secretário Gabriel Rocha lembrou que, na maioria das vezes, o agressor está dentro da própria estrutura familiar da vítima. "Por isso é tão importante a expansão da campanha. É preciso divulgar não só a violência física, mas a psicológica, a sexual, o abandono, a negligência e também o abuso financeiro e econômico. Em todos os casos, o número de casos onde as ações são provocadas por pessoas conhecidas e confiáveis como amigos, profissionais e familiares é realmente alto", frisou.
  Autor:   SESQV


  Mais notícias da seção Brasil no caderno Direitos
09/11/2001 - Brasil - CPI DO IDOSO
CPI do Idoso: 0800-220008 ...
08/11/2001 - Brasil - A IDADE COMO DIREITO
Lei estadual 2988/98 garante preferência aos mais velhos na Justiça...



Capa |  ARTE!!!  |  Bibliografia  |  Coisas a fazer  |  Criativa Idade  |  Direitos  |  Gente  |  Geriatria e Gerontologia  |  Lar Doce Lar  |  Nutrição  |  Odontologia  |  Psicologia  |  Trabalho e Finanças  |  Utilidades
Busca em

  
61 Notícias